História da Biomedicina

A Biomedicina completou 40 anos de existência no Brasil em 2006. Tudo começou em 1966 com a implantação do primeiro curso na Escola Paulista de Medicina com o nome na época de Ciências Biomédicas Modalidade Médica ou, como era mais conhecido, Ciências Biomédicas. Inicialmente o curso procurou formar profissionais para atuar na área docente e de pesquisa nas áreas da biologia e medicina, áreas estas que na época estavam carentes de profissionais atualizados e exclusivamente dedicados aos novos avanços da saúde.

O curso obteve grande aceitação e prestígio, o que favoreceu a sua implantação em outras universidade como: Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ, 1967), Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP, 1967), Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (UNESP, 1967) e Universidade Federal de Pernambuco (UIFPE, 1968). Desde então o curso tem se expandido e rompido fronteiras nacionais.

A consolidação de uma categoria forte deu-se com a regulamentação da profissão em 1979 e a implantação do Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Biomedicina. Além de grandes conquistas nas áreas científicas nestes mais de 40 anos a Biomedicina já obteve grandes vitórias legais em relação a sua área de atuação.

Com o slogan "Um profissional a serviço da saúde" a Biomedicina é hoje uma versátil e importante profissão da saúde nacional. Abrangendo um leque de 33 habilitações legalmente estabelecidas, além de ser vanguarda nas novas áreas da saúde humana.

O Curso de Bacharelado em Biomedicina propõe-se a formar profissionais de alta capacidade na atividade de pesquisa e docência em nível superior, nas diversas áreas da Biomedicina.